sábado, 24 de março de 2012

Servindo à Pátria em Criança





Na minha infância, quando eu me excedia,
quando eu fazia alguma coisa errada,
se alguém ralhava, minha mãe dizia:
— Ele é criança, não entende nada!
Por dentro, eu ria satisfeito e mudo.
Eu era um homem, entendia tudo.

Hoje que escrevo histórias e poemas
e pareço ter tido algum estudo,
dizem quando me vêem com meus problemas:
— Ele é um homem, ele entende tudo!

Por dentro, alma confusa e atarantada,
eu sou uma criança, não entendo nada!
(Giuseppe Ghiaroni)

Obrigada, Senhor Deus, porque era comportadinha,obediente... cumpridora das tarefas escolares e, impecavelmente dedicada, aos compromissos escolares...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Deixe-me acreditar que o Pequeno Príncipe vez ou outra deixa seu asteroide e vem me visitar. "

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...